quinta-feira, maio 26, 2005

Não é bem o que eu queria

"Basta uma linha a se seguir
com ramos bastante pra se poder vagar
com folhas bastantes pra se poder pular
e com flores que deixem meu verão passar.

Com tanta beleza,
só me resta
suicidar."

Um comentário:

*[Escorpião]* disse...

Que comparação(linha/ramo/folha/flor) ótima, muito boa mesmo.
Me sinto assim também, mas dá impressão que o suicídio reconduziria novamente a outra linha, com novos ramos, folhas e flores e o ciclo recomeçaria. É uma possibilidade. Mas na morte também há beleza, isso que é complicado para mim. Assumindo que a beleza seja eterna, então na morte haveria beleza por que esta se fundiria a um processo belo e perfeito maior de energia sempre circulante. Esquece, divaguei =P