sábado, outubro 08, 2005

Versinho lacinho

"Noite assim de pouco frio e muito vento,
tua mão em minha mão e em meu cabelo
eu, menina, não me achava no olhar:
-Moça, que doçura em pouco beijo!"

Um comentário:

Charles disse...

digo a mim mesmo: sonhas menino... não há maior transcendencia que a minha crença no amor... e não há maior ignorância que meu olhar para o céu. Ela me dizia as vezes: "Moço, que inocencia em tanto beijo."